Amamentação por livre demanda

A amamentação por livre demanda é super indicada para os primeiros meses de vida dos bebês e eu apoio muito também! Porém, se confunde muito o que é a livre demanda, por isso resolvi vir conversar com vocês sobre isso. A grande questão é saber interpretar os sinais e os choros da criança para saber o que ela está querendo dizer: se está com fome, sono, algum desconforto, tédio, calor ou frio. Aí que entra a diferença, a livre demanda é dar o mama toda vez que a criança sente fome e não para qualquer choro ou frustração. Claro que isso leva um tempo para descobrirmos e no inicio é importante muito mamazinho, viu?

Mas gosto de pensar mais adiante também, na mensagem que deixamos para a criança, pois além de passar o dia lanchando e deixar de fazer refeições completas, fica com a sensação de não estar sendo interpretada e mais adiante levando inclusive a obesidade, ou associações como “comer por qualquer frustração”. Tudo que acontece nessa fase pode refletir também na vida adulta, vocês sabiam disso? É claro que vamos errar muitas vezes, isso faz parte do ser humano, mas acho importante refletirmos sobre isso e tentarmos ver as diferenças que esses choros querem nos dizer, nomeando para a criança e mostrando empatia com esses sentimentos.

No início da vida do bebê, porém, é importante dar de mamar com frequência. Aos poucos, os pais podem ir direcionando para mamadas mais completas em horários determinados, como de três em três horas por exemplo, depende de cada bebê. Mas sem neura se precisar dar antes desse tempo caso a criança demonstre estar com fome. Como o passar do tempo, se o seu filho estiver bem alimentado durante o dia, ele não vai precisar acordar à noite para mamar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *